Como Calcular o IMC (Índice de Massa Corporal)

A grande maioria das pessoas que estão acima do peso quer perdê-lo e chegar ao peso ideal, mas primeiro é preciso saber qual é este peso ideal.

Uma das melhores formas de se saber se estamos, abaixo, acima ou exatamente no peso correto é calculando o nosso IMC. IMC é uma fórmula matemática capaz de precisar com incrível exatidão a condição do nosso peso, e se precisarmos perder, quantos quilos são necessários serem eliminados para chegarmos ao ideal.

Como calcular o IMC

O cálculo não é muito difícil. Inicialmente meça sua altura; descubra a sua altura ao quadrado; por exemplo, se a pessoa tiver 1,5 metros, o quadrado de sua altura é 2,25; vá agora para a balança e se pese; por fim divida seu peso pelo cálculo da altura feito inicialmente.

Qual o IMC ideal

Para o IMC, a organização mundial da saúde tem seus números que consideram os ideais. Vejamos quais são eles.

Abaixo de 15 Extremamente abaixo do peso

Entre 15 e 16 Gravemente abaixo do peso

Entre 16 e 18,5 Abaixo do peso ideal

Entre 18,5 e 25 Faixa de peso ideal

Entre 25 e 30 Sobrepeso

Entre 30 e 35 Obesidade grau I

Entre 35 e 40 Obesidade grau II (grave)

Acima de 40 Obesidade grau III (mórbida)

Então o ideal é buscar ficar com um IMC entre 18,5 e 25. Um pouco acima ou abaixo disso é aceitável.

Se você está com o IMC muito abaixo desse patamar provavelmente tem algum problema de desnutrição e deve procurar um médico e se alimentar melhor.

Se o problema for o contrário, que é o mais comum no Brasil, você pode estar com obesidade e deve se alimentar com mais frutas, legumes e menos comidas gordurosas, além de procurar um médico para averiguar se tem alguma comorbidade. Comorbidade é quando uma doença impulsiona o aparecimento de outras.

Vantagens do uso de IMC

O IMC ajuda a encontrar diversas doenças. As doenças relacionadas à subnutrição são a bulimia, anorexia entre outras.

As doenças relacionadas à obesidade são diabetes, apneia do sono, ataques cardíacos, doenças coronárias e hipertensão entre muitas outras.

Isso demonstra como a fórmula do IMC ajuda a combater uma série de doenças. O IMC auxilia também a estabelecer parâmetros para ações de saúde publica.

Limitações do método IMC

Apesar de o IMC ser o melhor método para aferir a situação nutricional de uma pessoa existem limitações, porque as pessoas são diferentes, e nem sempre a altura e o peso são valores suficientes para estabelecer a quantidade de gordura no organismo.

Essas limitações são as seguintes: existem divergências sobre a fórmula, a fórmula não é aplicável a jovens e idosos, não diferencia músculos (massa magra) de gordura (massa gorda) e ignora características físicas, como proporções do corpo.

Actuali