Minoralsal Saúde

Minoralsal SaúdeO projecto “Minoralsal.saude”, desenvolvido pela Administração Regional de Saúde do Centro recebeu uma menção honrosa, na Categoria de Saúde Pública, na 1ªEdição dos Nutrition Awards 2010 (www.nutritionawards.pt).

Este projecto tem por objectivo reduzir o sal adicionado na confecção dos alimentos, recorrendo a uma metodologia de intervenção baseada na diminuição progressiva e faseada. No âmbito do minoralsal.saude destacam-se dois projectos: Pão.come e o Sopa.come, já com resultados no terreno.

Portugal encontra-se no topo da tabela dos países europeus em que é maior a relação entre a mortalidade por acidente vascular cerebral e a ingestão média diária de sal. Um estudo coordenado pelo Prof. Jorge Polónia revelou que, se cada português reduzisse a ingestão de sal em 1grama/dia, poderíamos evitar 2640 mortes por ano e que, se essa redução atingisse os 4 gramas/dia, os ganhos em saúde poderia traduzir-se em menos sete mil mortes ano.

O projecto Minorsal.saude consiste num conjunto de acções que visa reduzir a mortalidade associada a doenças cérebro e cardiovasculares. Nesse sentido a ARSC está a dinamizar algumas acções nos concelhos do centro do país:

  • Pão.come (em curso desde 2006)- Decorre da parceria entre a ARCS e a Associação do Comércio e da Indústria da Panificação, Pastelaria e Similares e a Fundação Portuguesa de Cardiologia, em que o objectivo é a diminuição gradual do teor de sal no pão, a prevenção das doenças cardiovasculares, doenças oncológicas e outras, conta já com mais de 1000 padarias envolvidas; CONCLUSÃO – Entre 2007 e 2009 conseguiu-se reduzir a quantidade de sal adicionado ao pão;
  • Sopa.come (iniciado em 2009) – Tem como objecto de intervenção o que é considerado o segundo alimento a seguir ao pão com um elevado potencial de intervenção, a sopa. CONCLUSÃO – Após uma avaliação de 264 sopas provenientes de cantinas colectivas (escolas, creches, infantários, IPSS e hospitais) e alguns estabelecimentos de restauração percebeu-se que a quantidade de sal adicionado era superior ao recomendado, o que reforça a importância deste projecto;

A responsável Ilídia Duarte está disponível para prestar mais informação sobre o mesmo e sobre a importância do envolvimento e mobilização de toda a sociedade para a mudança de comportamentos.

CONTINUAR A LER